a
Todesmade aposta na picagem da madeira para geração de energiaForest News | Forestnews

Todesmade aposta na picagem da madeira para geração de energia

A Todesmade é uma empresa que carrega no DNA o gene inovador do Grupo Todeschini – um dos principais conglomerados empresariais da Região Sul. Por isso, a serraria, indústria madeireira e de pellet traz esse caráter e metodologia de trabalho no dia a dia da companhia.

“A Todesmade ainda é uma criança. Temos dois anos trabalhando, então sabemos que é apenas o começo de uma longa história. A gente não vai parar apenas na madeira e no pellet e vamos buscar novos desafios”, explica Sidiano Valduga, gerente industrial da Todesmade.

As florestas plantadas há 43 anos por Eugênio Farina (antigo presidente do Grupo Todeschini) foram a base para o nascimento da Todesmade. Atualmente a empresa conta com 8 mil metros cúbicos e uma fábrica de pellets com capacidade de 4 toneladas por hora e aposta no aproveitamento da madeira que seria descartada como matéria-prima na geração de energia térmica.

“A busca pelo melhor aproveitamento da tora é base para qualquer empresa. Analisamos nossas perdas e buscamos dar destino correto, com base em suas características. Então em nosso projeto o parceiro entra com a picagem da casca, que ele alimenta a nossa caldeira. Toda a casca passa por esses processos de moinho de martelo para a picagem das cascas e os tores pelo picador, alimentando assim nossa caldeira”, prossegue Valduga.

A produção da biomassa pela Todesmade conta com a parceria da Segmento Bruno Biomassa. A PBOC 8 (peneira oscilatória) permite a separação do material fino – que gera problema na hora da queima, porque prejudica a geração de calor, e está presente na empresa.

“Hoje todo o nosso processo de resíduo limpo (sem casca) entra através da peneira da Bruno. Ela faz a separação do cavaco da serragem e do cavaco. Então ele atende perfeitamente o processo e não temos problemas com essa peneira instalada, com a capacidade dele sendo também o nosso volume de produção. A Bruno é uma grande parceira nossa em qualquer projeto de transporte, picagem ou classificação de material”, completa Valduga.

A produção de biomassa pela Todesmade tem permitido que a empresa consiga não apenas suprir as necessidades energéticas da caldeira, mas também negociar os pellets para outras empresas fomentando o desenvolvimento sustentável dentro do setor madeireiro.

“No projeto de uma serraria a coleta e o destino do resíduo da madeira são indispensáveis para o sucesso do negócio. No estudo da viabilidade de um projeto deve-se conhecer profundamente as perdas que nele estão inclusas. Perdas de matéria prima em uma serraria são muito altas e, sem este conhecimento quantitativo e técnico para tomada de decisão podem comprometer o seu futuro”, finalzia Valduga.

Com o DNA inovador do Grupo Todeschini, a Todesmade oferece produtos de ponta ao mercado. (Igor Neves/Forest News)
Para a produção de biomassa, a Todesmade conta com a parceria da Bruno Segmento Biomassa. (Igor Neves/Forest News)
Atualmente a empresa conta com 8 mil metros cúbicos e uma fábrica de pellets com capacidade de 4 toneladas por hora (Igor Neves/Forest News)
A Todesmade tem planos de ampliar o portfólio da empresa que atualmente conta com madeira serrada e pellets de biomassa (Igor Neves/Forest News)
Um diferencial da parceria é a peneira oscilatória da Bruno que permite a separação do material fino. (Igor Neves/Forest News)
A produção de biomassa permite o aproveitamento de uma parte da madeira que seria descartada (Igor Neves/Forest News)

Compartilhe