a
Pesquisadores suecos desenvolvem transistor de madeiraForest News | Forestnews

Pesquisadores suecos desenvolvem transistor de madeira

Pesquisadores suecos da Universidade de Linköping e do Instituto Real de Tecnologia (KTH) desenvolveram um transistor de madeira. Esses equipamentos são semicondutores básicos para todos os dispositivos eletrônicos do mundo, com funções de barrar a passagem de uma corrente elétrica, ou amplificá-la, e também como interruptor para controlar a passagem elétrica dentro de um circuito.

Essa descoberta pode possibilitar que diversos segmentos da indústria como eletrônica, computação e infraestrutura adotem práticas mais sustentáveis.

Os transistores atualmente são fabricados como silício e germânio, compostos cada vez mais escassos no meio ambiente, o que pressionam não apenas questões sustentáveis, como também os preços para esses segmentos.

Para a construção do transistor de madeira os pesquisadores utilizam madeira da árvore conhecida como pau-de-balsa (Ochroma pyramidale), nativa das Américas, ocorrendo do norte da América do Sul até o México.

Os pesquisadores retiram a lignina das fibras de celulose dessas madeiras e preencheram com m polímero plástico chamado poli(3,4-etilenodioxitiofeno), ou PEDOT:PSS, que possui capacidades condutivas.

Os testes demonstraram que a passagem da corrente elétrica não danificou o transistor, o que comprova a viabilidade do projeto que pode modificar a indústria mundial.

Compartilhe