a
Guarapuava debate criação de um ‘cluster’ de madeira engenheiradaForest News | Forestnews

Guarapuava debate criação de um ‘cluster’ de madeira engenheirada

A cidade de Guarapuava (PR) pode sediar um cluster de madeira engenheirada, sendo dessa forma um polo de empresas voltadas para a cooperação nesse segmento.

O debate reúne representantes da Fundação Araucária, do Governo do Paraná, da Assembleia Legislativa do Paraná, do Cilla Tech Park, da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro) e da Universidade Tecnologia Federal do Paraná (UTFPR).

“A intenção é criar um metodologias de construção que agreguem valor à matéria-prima da madeira. Existem prédios, hotéis, estádios de futebol feitos com madeira. A ideia é transformar Guarapuava em um ‘hub’ de madeira engenheirada, gerando emprego, renda, reduzindo a emissão de CO2”, explica o deputado estadual e presidente do Bloco da Madeira na ALEP, Artagão Junior (PSD).

Dessa forma o objetivo é transformar Guarapuava em um centro brasileiro de madeira engenheirada, com a criação também de um núcleo de pesquisas, voltado para os negócios e geração de produtos.

A tendência é que até 10 de junho o projeto seja apresentada uma primeira versão da proposta, que irá englobar como a madeira engenheirada pode fomentar uma economia sustentável dentro do setor de construção civil.

“É uma forma híbrida, pré-fabricada que passa por processos de engenharia e potencializa o uso da madeira na construção civil. Guarapuava e o Paraná caminham para inovar mais uma vez, assim como o Vale do Genoma”, finaliza Artagão Junior.

Compartilhe