a
Custos Industriais tiveram alta de 10,7% em 2022Forest News | Forestnews

Custos Industriais tiveram alta de 10,7% em 2022

O Indicador de Custos Industriais (ICI) teve uma alta de 10,7% em 2022 na comparação com 2021, segundo dados divulgados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quinta-feira (25).

A pesquisa ainda demonstrou que os custos de produção e de capital, que compõem o indicador, tiveram elevação de 14,4% e 35,8%, respectivamente, impulsionando os custos totais da indústria brasileira para cima, enquanto o custo tributário teve queda de 13,0% no período.

A CNI apontou que acontecimento internacionais como a Guerra da Ucrânia impactaram nos preços dos insumos e commodities energéticas, em especial nos dois trimestres de 2022.

“Menos impactados pelos fatores externos, o terceiro e o quarto trimestres foram marcados pela influência de fatores internos no custo de produção, como o aumento dos custos com pessoal”, explicou a CNI.

Também foi apresentado que os custos com energia cresceram 23% em 2022, impactados por altas de 35,1% para o óleo combustível; 58,4% para o gás natural, e 1,2% para a energia elétrica no período.

Já os custos de insumos importados apresentaram alta de 15,2% em 2022 e de bens intermediários nacionais com crescimento de 14,4%, ambos puxados pela Guerra da Ucrânia e os impactos da Covid-19 nas cadeias produtivas.

A CNI também apontou que a alta elevada do custo de capital no ano passado, de 35,8%, reflete, de acordo com a entidade, o aumento da taxa Selic no ano, que passou de 9,25% em janeiro de 2022 para 13,75% a partir de agosto.

O órgão ainda destaca que o ICI e a maioria de seus componentes apresentaram queda no último trimestre de 2022, mas ainda não suficiente para reverter a alta acumulada nos últimos dois anos, de 26,3%.

A pesquisa divulgada nesta quinta também aponta que o índice de lucratividade da indústria teve aumento de 4,6% em 2022. Esse resultado é fruto da elevação de preços das mercadorias vendidas pela indústria de transformação (+15,8%) maior que o aumento dos custos da indústria no mesmo período, de 10,7%.

A indústria brasileira também ganhou competitividade no mercado doméstico. O índice que mede a competitividade teve incremento de 1,8%. Segundo a CNI, isso é decorrente de uma alta de preços dos bens importados superior aos custos da indústria brasileira no período.

Compartilhe